Andar com fé eu vou..

escrito por Rosa


Como vive quem não tem fé alguma? Ecoando na cabeça a música do Gil, fiquei me perguntando se realmente existe gente no mundo que não tem fé em absolutamente nada, nadinha: nem religião, nem santos, nem pulinhos, nem fitas ou pedras, nem incenso, nem tarô, nem nos astros ou sequer nas pessoas.

Resultado de imagem para café não costuma faia

Não acho que fé seja algo necessariamente vinculado com religião. E quando digo que não sei se as pessoas sem nenhuma fé existem é porque realmente tenho dúvidas se o ser humano dá conta de viver seus dias e lidar com a própria vida sem acreditar que existe algum propósito no rolê: nem que seja o único propósito de existir, e só. Ter fé não é necessariamente ter uma esperança positiva nas coisas, mas talvez dispor de uma energia em acreditar que vai, sim, fazer sentido - veja que fazer sentido, para mim, não significa necessariamente dar certo.

Puta esforço diário que é entender que as pessoas são mais do que elas nos proporcionam enquanto sentimento. A gente quer - muito, mas muito mesmo - sentir determinadas coisas e fica achando que uma pessoa é absolutamente responsável por nos propiciar isso. Mas as pessoas não são e se a gente se relacionar com elas esperando sentir o que a gente desejaria sentir, bem... você já deve ter percebido que dá errado.

A mágica acontece quando o que a pessoa deseja fazer e viver coincide com o aquilo que você pretendia/gosta de sentir. Sorte de alguns, mas uma sorte eventual e efêmera.  O amor não é isso mesmo, Carlos?

Resultado de imagem para e segunda feira ninguém sabe o que será


É porque o amor é isso, hoje ama e amanhã não se sabe, que eu preciso de fé. Fé de que as pessoas surgem na nossa vida para ensinar alguma coisa. Fé de que acordar todos os dias de manhã pode nos fazer encontrar o inesperado e sentir o que a gente nem sabia que gostaria de sentir. Fé de que a gente faz diferença hoje na vida de alguém. Fé em deus, para quem é de deus. Fé em você mesmx. Fé de que o melhor propósito que a vida pode ter é não ter nenhuma ideia do que virá amanhã.

E amanhã pode ser absolutamente incrível. E você sequer acreditaria se eu tivesse contado isso ontem, então.

Eu escolho ficar com a fé, que a fé não costuma faia.




Nenhum comentário:

Postar um comentário


Somos Marcella Rosa e Marina Sena, parceiras no blog, na luta e na vontade de mudar - nem que seja um pouquinho - o mundo. O Maggníficas é um pouco de nós, porque aqui tem moda democrática, empoderamento feminino e amor próprio. Nosso foco é a sororidade e a vivência plena de todos os corpos, porque acreditamos que somos todas maggníficas e que todo mundo pode tudo!

maggnificas@gmail.com