Eu caio na rotina: e eu amo

escrito por Rosa


Eu amo rotinas. Muito. Amo saber como será meu dia amanhã e - mais que isso - amo saber que será assim, também, na próxima terça. Gosto de planejamento, gosto de expectativas e planos e sinto um prazer esquisito em conseguir imaginar uma situação.

Amar rotinas, porém, tá meio demodê, out, muito anos 90. Em todos os lugares em que eu vejo uma suposta venda da ideia de felicidade, ela inclui largar tudo e viajar o mundo. E não é que eu não ache que deva ser bem legal viajar o mundo, mas eu gostaria de fazer isso, parceladamente, em julhos e dezembros. Sabendo, inclusive, que, quando eu voltar, vai ter planejamento, semestre novo, novos alunos, novos livros: tudo novo de novo.
Imagem relacionada

Eu gosto de agendas, datas. Eu vejo a previsão do tempo antes de dormir para já pensar na roupa que vou usar no dia seguinte. Gosto dos imprevistos justamente por serem imprevistos, uma exceção na minha rotina, que inclui meus mimos - fazer a unha, comprar flores novas - e as minhas necessidades - academia, terapia. Gosto de eleger meus lugares: aquela padaria, aquele salão, aquela mesa do restaurante que vou sempre. Gosto de saber que, quando eu voltar para a casa dos meus pais para visitá-los vai ter café da minha mãe depois do almoço. Eu tenho dias favoritos da semana e horários favoritos no dia.  Eu tenho manias e aprendi a amá-las. Eu gosto dos códigos privados de amor que se desenvolvem nos relacionamentos. Eu adoro que ele toma banho de manhã e depois me acorda.  Eu adoro quando eu sei que ele vai chegar, porque saber que ele vem me transporta rapidinho para um lugar de paz.
Resultado de imagem para calendário


Calendários estão espalhados pela casa. Trabalho em cima de cronogramas - que nem sempre respeito. Ocasionalmente, é claro, eles mudam e as rotinas, em si, também mudam.E é claro que eu não fico presa eternamente a elas, incapaz de me mover.  Eu ajo, vivo, readapto e crio novas formas de fazer a coisa acontecer do meu jeitinho, mas com uma certa segurança.

Segurança é a minha palavra-chave.  Enquanto existe um universo de pessoas que vê na segurança algo da ordem do enjoativo, cansativo e até meio tedioso, eu vejo na segurança a minha fórmula da felicidade. Isso não significa que eu não mudo, não. Nem que eu não arrisque. A moda de criticar a zona de conforto a qualquer custo nos custou, também, a incapacidade de ser feliz com o que já temos. Viver da felicidade do desejo é desgastante.  Eu gosto da felicidade que eu sei que vem, ora ou outra.

Resultado de imagem para cama desarrumada
Segurança me traz paz de espírito e me deixa produtiva. Quando me sinto insegura, eu tendo a ficar ansiosa, infeliz e arisca. Eu ofereço mais ao mundo quando me sinto segura. E é por isso que eu invisto tanto em cuidar daquilo que me proporciona isso: amigos, uma casa que me dê prazer viver, um trabalho que faz sentido, minha família e o meu amor.

Tem dias que sobra para eles a ansiedade do que não deu certo, o medo da falha. E é nessas horas que eu me lembro que eu não os elegi como meus - e eles não me elegeram deles - à toa. Cair na rotina é, e enfim, um encontro direto - e de cabeça - com a felicidade.


6 comentários:

  1. Obrigada pelo post, Ma! Adorei...
    "A moda de criticar a zona de conforto a qualquer custo nos custou, também, a incapacidade de ser feliz com o que já temos."
    Beijos
    RITA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ritinha, esse teu comentário me trouxe uma felicidade sem fim, você não imagina a saudade que me deu de você.

      Um beijo!

      Excluir
  2. Rosa, adorei seu texto. Sempre tive essa relação positiva com a rotina, mas era sempre uma sensação...ate que li seu texto e passou de sensação a algo que vc Expressou. Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que boas são as palavras quando elas encontram com sentimentos <3
      Um beijo!

      Excluir


Somos Marcella Rosa e Marina Sena, parceiras no blog, na luta e na vontade de mudar - nem que seja um pouquinho - o mundo. O Maggníficas é um pouco de nós, porque aqui tem moda democrática, empoderamento feminino e amor próprio. Nosso foco é a sororidade e a vivência plena de todos os corpos, porque acreditamos que somos todas maggníficas e que todo mundo pode tudo!

maggnificas@gmail.com