Segue a sua árvore

escrito por Rosa


Eu tenho uma amiga incrível, que eu acho mesmo que é meio bruxa, e que me disse uma coisa no sábado que me tocou demais, e eu pensei que seria um bom jeito de começar essa semana fria, dividindo com vocês. 


Resultado de imagem para árvore aquarela


Ela me contou que todas nós temos, dentro de nós, uma árvore interna que floresce conforme os acontecimentos da nossa vida e que, como toda árvore, ela está sujeita às mudanças das estações do ano. Disse a minha amiga que, nessa época do ano, estamos mais propícias às perdas da estação invernal e que o frio e o vento levam quase todas as folhas, deixando só a árvore seca, pronta para deixar a primavera florescer de vez, forte e frondosa. E isso vale para os nossos relacionamentos, também.  É como se, no inverno, as relações ficassem à prova também das intempéries e que isso possibilita que as pessoas se desfaçam daquilo que não for forte e real o suficiente para ficar.

Pensei muito na minha vida enquanto ela dizia essas coisas e como são raros os relacionamentos que sobrevivem aos invernos de dentro e de fora da gente.  Como é difícil e bonito quando a gente encontra na vida - seja nos amigos ou nos amores - algum laço que não se devaste com o vento gelado e que resista firme às mudanças da radiação solar. 

Jacarandá mimoso, árvore 13, aquarela /Mimosifolia Tree 13, watercolor 21x15cm #40treesproject Adriana Galindo

É preciso encontrar quem veja na gente as árvores mais reconfortantes, cuja sombra embaixo sempre convide para um livro, um texto, um cochilo de fim de tarde.  Às vezes, a gente se confunde - vai acontecer - e pensa que está diante de alguém que veio para cuidar e regar semanalmente a nossa árvore, mas são só colhedores. Quando a gente não tem mais fruto a oferecer, quando a nossa sombra já cansou ou quando a gente oferece galho ao invés de flor, essas pessoas vão embora. Não dá nem para pedir que elas fiquem; na verdade, é melhor que vão e levem consigo a nossa sementinha, quem sabe assim o amor floresce, finalmente, em outro canto. Essa também é uma forma de amor: abrir mão, deixar florescer longe da gente, pensando menos no nosso jardim e mais na primavera como um todo.

Nem todas são assim. Algumas nos encontram galho seco e ficam, invernos a fio, cuidando da gente e nos deixando cuidar delas. São essas as pessoas por quem vale a pena arar a nossa terra, semear as nossas vontades e dar vazão a fortes novas árvores - sabendo que, ora ou outra, a beleza das flores vai embora, mas resta uma raiz consistente que nos mantém firme ali.

Resultado de imagem para árvore aquarela

E na sua árvore, quais folhas resistem? 


Nenhum comentário:

Postar um comentário


Somos Marcella Rosa e Marina Sena, parceiras no blog, na luta e na vontade de mudar - nem que seja um pouquinho - o mundo. O Maggníficas é um pouco de nós, porque aqui tem moda democrática, empoderamento feminino e amor próprio. Nosso foco é a sororidade e a vivência plena de todos os corpos, porque acreditamos que somos todas maggníficas e que todo mundo pode tudo!

maggnificas@gmail.com