Sobre a amizade entre mulheres

escrito por Marina Sena


Amizade. Amigas. Mulheres.

Já escrevi sobre isso várias vezes, mas sempre falando de uma amiga especificamente. E ultimamente tenho observado e pensado muito sobre a amizade entre mulheres, e isso porque não gosto nada daquela ideia de que mulheres são concorrentes, inimigas, rivais, fofoqueiras, e que não têm uma amizade sincera.

Sempre fui muito de boa quanto a isso, mesmo quando adolescente notava com frequência olhares diferentes vindos das mulheres, olhares de disputa. Vivemos numa sociedade onde se ensinava às meninas que elas não podiam ser amigas, pois sempre havia uma coisa a brigar, mesmo que inconscientemente: roupas, popularidade, cabelos, meninos. 

Durante muito tempo achamos que essa amizade não era possível, e algumas de nós ainda acredita nisso. Eu acredito no amor entre mulheres, na sororidade, no feminismo. 

Não estamos contra vocês, estamos a favor de todas nós

Sororidade é uma das palavras mais bonitas que já li. Pelo significado, pelo jeito que soa quando falada. Sororidade é a irmandade entre as mulheres, irmandade movida pela empatia, que luta principalmente pela igualdade de gênero.

Depois que você percebe como é cruel a competitividade que nos é ensinada, você para. E pensa. Mulheres são pessoas, como nós, e como nós, merecem uma vida sem julgamentos, com amigas e sentimentos sinceros. Sem também nos diminuir por isso. O pensamento machista é ruim para TODAS nós.


Depois que descobri a sororidade, um mundo se abriu para os meus olhos. Antes, entre mulheres, eu me sentia observada, analisada, julgada, e não conseguia expressar muitos sentimentos. Agora, ao invés de me sentir invadida, me sinto entre iguais. Me sinto segura! (um exemplo incrível disso é o Pop Plus, que reúne muuitas mulheres em um mesmo lugar, com uma energia mais que maravilhosa!)

O feminismo nos faz pensar em muitas coisas, inclusive sobre esse nosso histórico sobre relacionamento entre mulheres, o que nos faz ser mais empáticas também. Quando nos damos conta de tudo isso, percebemos quanto tempo perdemos lutando contra a outra, quando na verdade lutar junto da outra é muito melhor. O que não significa que, apesar de ser mesmo maravilhoso ter uma mulher como amiga, não estamos livre das decepções, assim como em qualquer outra relação. 

Mas eu te digo que, vale sim o risco: as alegrias são muito maiores! A gente aprende a valorizar a coletividade e amizades femininas, aquelas que vem com o não-julgamento e a ausência de rótulos. 

Sem deixar de citar que não precisamos ser amigas para exercer a sororidade, afinal o não-julgamento não se aplica somente à quem é da nossa vida. Podemos também valorizar o trabalho das minas e as lutas são muito melhores quando estamos juntas.


É importante demais nos mantermos unidas, juntas pelos mesmos ideais, sem julgamentos, sem diminuir, só fortalecer! E para finalizar:

Não é porque sua amiga tem uma melhor amiga que ela é menos sua amiga
Não é porque vocês não se veem com frequência que o amor é menor
Não é porque a gente ama uma, que diminui o amor pela outra

Juntas somos (muito) mais fortes 


Nenhum comentário:

Postar um comentário


Somos Marcella Rosa e Marina Sena, parceiras no blog, na luta e na vontade de mudar - nem que seja um pouquinho - o mundo. O Maggníficas é um pouco de nós, porque aqui tem moda democrática, empoderamento feminino e amor próprio. Nosso foco é a sororidade e a vivência plena de todos os corpos, porque acreditamos que somos todas maggníficas e que todo mundo pode tudo!

maggnificas@gmail.com