Nosso corpo

escrito por Marina Sena


O Dia Internacional da Mulher foi anteontem e estive na Paralisação Internacional das Mulheres SP, organizada pela 8M, e também no Ato Aposentadoria Fica, Temer Sai, organizado pela Marcha Mundial das Mulheres e pelo Ato do Oito de Março.

Comecei a manifestação acompanhando a paralisação dos professores municipais (eu trabalho na área da educação aqui em São Paulo), e então nos juntamos à 8M no MASP, seguindo para um ato unificado em seguida.



Estar presente e dar apoio a esses movimentos tão importantes significa muito, por tudo e toda luta que também travamos aqui: nós queremos respeito porque acreditamos que #todomundopodetudo. Nós queremos igualdade, ocupando os espaços que são nossos.



E falando em espaços, várias das pautas abordadas pela 8M e pela Marcha são sobre nossos corpos, como o assédio, violência e aborto. Nós ainda não temos autonomia total sobre nossos corpos; sempre tem alguém que 'acha' que eles são públicos, quando na verdade eles dizem respeito somente a nós mesmas - e isso nos dá o direito de fazer o que quisermos com eles!



E o corpo também é sempre uma pauta por aqui. No sentido de sermos livres sendo quem somos, enxergando que não há nada de errado com eles. Ainda falta muito para quem está de fora aceitar tudo isso, mas essa revolução começa em nós mesmas. Começa aos pouquinhos e depois toma uma força que não tem mais volta. O caminho libertador é de uma via só! E uma coisa eu sempre digo: quanto mais felizes com nós mesmas e com nossos corpos, mais isso reflete no exterior e tudo vai mudando a nossa volta!


O processo de aceitação é algo constante, de todo dia, de ser forte e encarar os olhares, a sociedade. NÃO TEM NADA DE ERRADO com a gente. Precisamos descobrir e ver em nós mesmas a beleza que vemos em outras mulheres.

Que tal tentar mudar a forma como tratamos a nós mesmas, sendo mais gentis, sem tantas cobranças, com mais amor e respeito por nossas vivências? Nos colocando sempre em primeiro lugar, respeitando nossas vontades e reconhecendo nossos passos?

Livres, sem desconfortos, falando sobre as questões corporais mais abertamente, percebendo então que a relação com o corpo vai mudando. Um dia de cada vez, amando cada pedacinho de nós, nos aproximando mais de nós mesmas, de quem somos. Lutando para que todos saibam que não podem nos dizer o que fazer com nossos corpos. Cada corpo é único, ele é nossa casa, carrega nossa história, sonhos e desejos, e merece ser tratado com carinho

Não estamos sozinhas. Seguimos juntas! Dando força umas às outras, na luta do poder sobre nossos corpos e nossas vidas, pelo direito de estar em paz, donas da nossa liberdade!


Nenhum comentário:

Postar um comentário


Somos Marcella Rosa e Marina Sena, parceiras no blog, na luta e na vontade de mudar - nem que seja um pouquinho - o mundo. O Maggníficas é um pouco de nós, porque aqui tem moda democrática, empoderamento feminino e amor próprio. Nosso foco é a sororidade e a vivência plena de todos os corpos, porque acreditamos que somos todas maggníficas e que todo mundo pode tudo!

maggnificas@gmail.com