Sobre a campanha da C&A

escrito por Maggníficas


Todas vocês já leram e talvez até também já discutiram à respeito da última campanha da C&A; nós também temos nossa opinião e acreditamos ser importante nos posicionar.


A campanha "Entre na mistura jeans" gira em torno da diversidade, buscando reafirmar o caráter democrático do jeans; e a foto ~polêmica~ foi essa aí de cima, na qual a modelo plus size Maria Luiza Mendes aparece com os dizeres "sou gorda e sou sexy".

Ao contrário de muitos posicionamentos, nós acreditamos que a questão tem três problemas fundamentais: 

Um é de ordem material: a marca fala em representatividade e a representatividade é ilusória.    
         
Outro é de ordem semântica e linguística: o problema da palavra gorda.

E o terceiro é de ordem sócio cultural: a velha e boa competição feminina, arma favorita do patriarcado.                        

Resultado: ao invés de atacarem a marca por não fazer tamanhos maiores, atacam a categoria linguística do termo gorda e usam da competição para legitimar violência.

A Malu pode não ser uma modelo gorda que represente todas as gordas, mas mesmo assim, ela não o deixa de ser - e nos representa! Ela assim como nós, não é lida como não-magra, como plus size ou como curvilínea: nós andamos na rua e somos claramente lidas como gordas. 

Gorda é gorda, em diferentes níveis de aceitação social. Não somos a favor de uma segmentação dentro de um mercado já segmentado, mas, apesar disso, temos plena consciência e entendemos que gordas que vestem manequim 46 possuem mais privilégios do que as que vestem tamanho 54, por exemplo.


Somos a favor sim da representatividade, mas a campanha em questão foi realizada com uma modelo que está dentro dos manequins que a marca oferece. Não seria muito legal se a marca falasse em diversidade mas usasse uma modelo que não pode usar as roupas que vendem. A briga então, ao nosso ver, deve ser por maiores numerações, por maior diversidade e representatividade, por inclusão e moda para todxs.

Nós lutamos pelo empoderamento feminino e cada passo dado merece ser comemorado. Uma grande marca fast-fashion que inclui modelo plus size em sua campanha, dizendo que gorda também é sexy, deve ter seu mérito, sim; mesmo que tenhamos observações, mesmo que tenhamos críticas. Não é atacando que resolveremos todos os nossos problemas e problematizações. Não é bacana desmerecer todo um trabalho sendo que esse pode significar somente um primeiro passo por uma moda realmente democrática. Em compensação, não pararemos de brigar por maior espaço para a representatividade. 

Por mais inclusão de manequins nas grades das marcas, por mais campanhas que contem com representatividade, por mais outros primeiros passos que envolvam quem está fora dos padrões.


3 comentários:

  1. Oi, Marcella! Sempre leio Maggníficas, adoro!
    Dos meus 44 anos, passei uns 40 me sentindo... gorda! No sentido pejorativo que sempre percebi nas maldadezinhas de meus colegas de escola e, mais tarde, em indiretas de outros colegas. Mesmo com 1,70cm e manequim 46 - que, como você mencionou, representa sim uma gorda mas com mais facilidade na vida do que uma que vista 54, por exemplo, sempre tentei esconder dobrinhas, braço roliço e achando que bonito era só o que se encaixava em padrões de magreza.
    Depois que comecei a ler blogs plus-size, minha mente abriu para ver-me com outros olhos e ser não apenas a "bonita de rosto", mas uma mulher toda bonita, da cabeça aos pés.
    E sabe o que é legal? Antes não admitia de jeito nenhum ser gorda, mas agora até curto a palavra! hahaha como é bom ser livre!!

    ResponderExcluir
  2. Quanto conteúdo, acabei de chegar e estou amando, Parabéns!

    ResponderExcluir


Somos Marcella Rosa e Marina Sena, parceiras no blog, na luta e na vontade de mudar - nem que seja um pouquinho - o mundo. O Maggníficas é um pouco de nós, porque aqui tem moda democrática, empoderamento feminino e amor próprio. Nosso foco é a sororidade e a vivência plena de todos os corpos, porque acreditamos que somos todas maggníficas e que todo mundo pode tudo!

maggnificas@gmail.com