Edson Eddel, para que tá feio.

escrito por Rosa


Oi, gente Maggnífica.

Todo mundo ansioso pelos posts sobre o FWPS, né? Pois é! O Evento estava excelente, tudo lindo e bem organizado, com coleções de tirar o fôlego. A gente ainda vai contar muita coisa (teve Marina desfilando, aliás, uma diva).

Hoje, porém queria começar a semana com um cadinho de desconstrução, para além da questão estética. O desfile do Edson Eddel foi bastante problemático, e vamos explicar o porquê;




1. O Roubo do Protagonismo

O fashion weekend, nesta edição, dedicou-se exclusivamente à moda feminina. Um evento feito para mulher, sobre mulher, por uma mulher (Renata Poskus) que quer dar cada vez mais empoderamento para as mulheres. E o performático estilista querendo aparecer mais que as modelos e que os próprios vestidos. No mínimo, complicado.

(ps: o desfile do Bruno Bacck foi SUPER ousado, mas sem roubar o protagonismo do movimento: quem brilhou foi quem deveria, as peças e as modelos!)

2. A gafe

É até difícil falar em UMA gafe nesse desfile, mas aquela que abriu com chave de ouro foi ouvi-lo dizer que: "aqui tem moda pra todas, para plus, para normal". Eita, sou anormal!

3. A tentativa que não deu certo

O desfile tinha a temática oriental. Até aí, beleza. Mas Edson Eddel pesou: quis colocar uma moça para sambar - mas ela não sabia - uma bandeira nacional, mulheres brancas para falar de brasilidade, num desfile com música japonesa e roupas nipônicas. Um argumento possível para tentar defender o estilista é que, talvez, ele não quisesse desvalorizar a mulher nacional em detrimento da oriental. Mas o desfile da Ale Senna, inspirado na Frida Kahlo, mostrou que isso não seria nada necessário. A mulher seria bem representada por um desfile feito para elas.

Ok, tá ruim, mas piora: ele ainda aparece no final vestido de...

Zé Carioca? Não.
Blanka? Não.
Bandido da Luz Vermelha? Não.

Algum personagem latino-americano que fosse?
Não.

Capitão América. Isso, num desfile de temática oriental. (lembrando que capitão américa é da década de 40, não te lembra nada?) Sim, com ele dizendo exaltar a brasilidade.
Sim, Edson: para que tá feio.

ps: disseram que a música era do superman. Eu fiquei tão embasbacada que nem notei.


2 comentários:

  1. É isso mesmo, a música era do super man... ahahaha
    Fail total!

    ResponderExcluir
  2. Gente do céu. kkkkkkkkkkkk. Morri de rir. Deve ter sido um tanto desastroso tudo isso né? hahaha.
    Marcella, você, escreve muito bem. Parabéns. :D

    ResponderExcluir


Somos Marcella Rosa e Marina Sena, parceiras no blog, na luta e na vontade de mudar - nem que seja um pouquinho - o mundo. O Maggníficas é um pouco de nós, porque aqui tem moda democrática, empoderamento feminino e amor próprio. Nosso foco é a sororidade e a vivência plena de todos os corpos, porque acreditamos que somos todas maggníficas e que todo mundo pode tudo!

maggnificas@gmail.com