Três em um.

escrito por Rosa


Carol e eu sempre amamos Vampiros. Numa realidade só nossa, Lestat seria nosso amante, compartilhado, pela vida inteira - eterna ou não. Mas não dá, porque Carol não gosta de Zumbis, e eu tenho um apreço imenso por eles, desde George Romero. Marina, pior: não gosta de filme nenhum de terror. Não sei se perdoo. Na verdade eu perdoaria se ela gostasse de pipoca, mas não gosta. Carol gosta. Eu adoro. Inclusive a doce de saco rosa,Carol não - acho errado.

Marina e Carol são organizadas: maquiagem na caixinha, post estruturado, roupas dobradas com cuidado. Eu sou um erro. Jogo tudo pra cima, perco tudo, nunca sei onde enfiei - nem mesmo as minhas melhores ideias que incrivelmente se perdem na minha cabeça. A Marina e Carol me ajudam nisso, colocam-me no prumo, me localizam.

Marina ama yoga, Carol também. Eu detesto. Também detesto calça jeans. Marina também, mas aparentemente Carol ama - se for flare, sem dúvida. Também eu e Nina odiamos salto alto. Carol brilha, desfila, não cansa e se cansa não faz careta. Tá bem, tá inteira, enquanto eu só queria o meu all star. Carol ama maquiagem, eu tenho ojeriza. Só gosto de batom, e forte: vermelho, rosa, cor de açaí: nina não gosta de açaí. Eu gosto. Me faz soltar um monte de pum, mas eu gosto.

Eu gosto delas, elas de mim. Mesmo quando a Carol tem picos de sentimentalismo e eu de pragmatismo. Ainda bem que a Marina é nosso meio de campo. Marina entende meu desejo de querer tudo pronto e rápido e decidido, e tem a doçura de refletir junto com a Carol sobre as possíveis consequências. É lindo. Carol é mais boho. Eu queria ser uma pin up e me perdi no caminho. Marina é um pouco de tudo e mistura com lindeza. Elas curtem tirar foto, eu detesto. Curto mesmo é escrever, ficar aqui, de papo para o ar, dividindo experiências com vocês.

Ninguém de nós gosta de reallity show. As três amam cerveja, ainda que Carol ande preferindo vinho. A gente também não gosta de opressão, de nenhuma maneira. Carol e Marina resolvem as coisas conversando, eu não resolvo bem, se resolvo, é brigando. Eu brigo muito, mesmo. Especialmente pelas minhas amigas. Não mexa com uma de nós, que as três reagirão. Não mexa com mulher nenhuma, A gente vai encarar a briga. Porque temos tudo de diferente, mas somos igualmente mulheres; igualmente sofremos. Igualmente, em casa ou no trabalho, no blog ou no facebook, somos oprimidas. E porque isso é unânime entre nós, de mesmo modo unânime vamos nos proteger. Nós não competimos, nós nos respeitamos. Não venha aqui se quiser nos comparar. Venha aqui se quiser florescer, ao nosso lado. Não estamos aqui para satisfazer ninguém que não as mulheres. Para representá-las, para sermos representadas por elas.  Pela nossa amizade. Afinal, para começar uma revolução, basta ter uma amiga.

Foto linda da Deh (nossa outra amiga), d' A Casa Retrato, que deixou eu fazer careta.
Maquiagem da nossa amiga Fabi, que teve a maior paciência para minha dificuldade com os cílios
<3


5 comentários:

  1. Que lindo esse post!!! Amei!! Parabéns a todas vocês pelo trabalho, e principalmente à Carol, pela perseverança!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Simplesmente amei esse texto. Chega me deixou leve, leve...

    ResponderExcluir
  3. Tb tive a sensação de leveza.. como a vida deveria ser, todos os dias!! Obrigada por nos presentear com textos simples e ao mesmo tempo tão poéticos!! Maravilhoso!! Bjs Karina

    ResponderExcluir
  4. Maravilhosoooo. Muito amor por vocês. <3

    ResponderExcluir
  5. Só agora vejo esse post... Graças ao coment da Nathy <3
    Muito bom mesmo!!! Não convivi com a Marcela, mas mesmo assim senti saudades!
    Saudades de tudo que vivi nas nossas trocas pro bloguito e até das coisas que não estou vivendo, mas sei que são maravilhosas.
    Parabéns pelo carinho!

    ResponderExcluir


Somos Marcella Rosa e Marina Sena, parceiras no blog, na luta e na vontade de mudar - nem que seja um pouquinho - o mundo. O Maggníficas é um pouco de nós, porque aqui tem moda democrática, empoderamento feminino e amor próprio. Nosso foco é a sororidade e a vivência plena de todos os corpos, porque acreditamos que somos todas maggníficas e que todo mundo pode tudo!

maggnificas@gmail.com