Somos as bruxas!

escrito por Rosa


Você já deve ter visto essa imagem circulando no facebook, certo?



Algumas pessoas compartilham essa imagem um pouco sem saber o quão significativa ela é para diferentes teorias feministas. Vou tentar, sem me aprofundar em teorias, explicar a força que está em dizer que toda mulher resistente é filha de uma bruxa não queimada.

As bruxas, como vocês devem saber, são majoritariamente do gênero feminino. Se você notar, os poucos magos que existem na história da literatura são homens de suma sabedoria (como Merlin, por exemplo). O que predomina como sendo definição de bruxa é a mulher feia, amarga, infeliz que passa a vida inteira prejudicando as pessoas - especialmente as mulheres bonitas.

É muito curioso que a gente tome como natural essa percepção. O que é pior ainda é que muitas ainda reproduzem esse paradigma sem se dar conta da violência que há por trás nele.

As verdadeiras bruxas, na realidade, eram mulheres que praticavam diferentes áreas do conhecimento: como a medicina, como a alquimia, e tudo que hoje entraria no campo do "conhecimento natural", que inclusive está super em moda. Algumas eram responsáveis, inclusive, pelas práticas médicas renegadas (eita, até hoje!), como o aborto. Salvando mulheres, suas pares, de serem mortas por terem sido engravidadas.

Mas o conhecimento nunca foi dado a mulheres. Desde as mitologias mais antigas, gaia é mulher e urano é homem. O homem é pensamento, a mulher, puro sentimento. O homem é filósofo, a mulher palpiteira. O homem é médico, a mulher enfermeira. O homem é químico, a mulher: bruxa.

Se for preciso ser bruxa para pode botar o nosso conhecimento em prática, seremos. E nos fortaleceremos. Eu não sou puro sentimento coisa nenhuma, senhores. Eu digo isso do alto da minha segunda graduação (em filosofia, inclusive), de um mestrado e um doutoramento em andamento.

Mas que se danem meus diplomas. Dona Maria, responsável por cuidar de uma escolas em que trabalho, analfabeta funcional, sabe tudo, absolutamente tudo sobre chás e me ajuda muito a evitar tomar remédios desnecessários. Tantas mulheres tem seu conhecimento posto de lado por um mundo que diz que mulher tem só que ser bonita. 

Se nesse mundo, patriarcal e violento, ser bruxa for a maneira de por nosso conhecimento em prática: tragam minha vassoura, porque o meu clã está completo.

Feliz dia das bruxas.

ps: nunca vou perdoar Harry Potter ser um menino. Nunca. 




Nenhum comentário:

Postar um comentário


Somos Marcella Rosa e Marina Sena, parceiras no blog, na luta e na vontade de mudar - nem que seja um pouquinho - o mundo. O Maggníficas é um pouco de nós, porque aqui tem moda democrática, empoderamento feminino e amor próprio. Nosso foco é a sororidade e a vivência plena de todos os corpos, porque acreditamos que somos todas maggníficas e que todo mundo pode tudo!

maggnificas@gmail.com