Não sou mais plus size? E agora?

escrito por Carol Caran


Oi gente!

É claro que vocês perceberam que venho emagrecendo nos últimos posts. Como já contei AQUI, eu fiz cirurgia bariátrica há pouco mais de um ano e emagreci 46 quilos, passando do manequim 54 pro 40 (às vezes entro num 38 generoso e já enfrentei até um 36). E de todas as coisas que escuto, boas e ruins, no meu dia a dia de "emagrecida", a que mais me perturba é: "agora você precisa deixar o blog" ou "agora você tem que mudar o nome do blog" e até "não me identifico mais com você, por isso acho que deveria ter outro blog".



O Maggníficas surgiu em 2011 "como um espaço dedicado à moda e beleza plus size, abordando especialmente como as tendências podiam ser adaptadas ao corpo das mulheres acima do peso" como está na nossa descrição. E foi como blog plus size que nos destacamos, fizemos tantas amizades no meio, cobrimos eventos exclusivamente do segmento. Foi feito por gordas para gordas. Por isso eu entendo perfeitamente que cause estranheza o fato de ter uma pessoa "magra" (entre aspas, pois o corpo de uma "emagrecida" não é exatamente o que EU chamaria de magro) entre as autoras de um blog plus. Entendo que haja uma discreta ou declarada rejeição aos meus posts. Nosso público é composto de mulheres plus size que querem se ver representadas. Mesmo antes de emagrecer, a gente já ouvia que não éramos "gordas o suficiente". Imagine agora!



Acontece que nosso blog tem uma segunda parte da descrição que muita gente esquece: "Hoje, o MaGGníficas é um blog com foco na autoestima e no amor próprio, buscando mostrar às mulheres de todos os perfis que é possível ser bela e feliz. Buscamos soluções pro cotidiano feminino, o glamour criativo, o consumo sustentável, a moda para todas e a beleza, física e interior." Esse texto é bem anterior à minha cirurgia e faz bastante tempo que nós pensamos que existem belas mulheres de todas as formas, tamanhos, cores, etnias, idades e como sempre pontuamos por aqui, não estamos interessadas em segmentar o segmento, mas em promover a beleza democrática. Do manequim 34 ao 60, existem mulheres que querem se ver representadas.

Então, embora tenha passado pela minha cabeça dezenas de vezes, eu não me sinto inclinada a abandonar o meu trabalho de anos, do qual tenho muito orgulho, apenas por ter mudado meu corpo. O blog, que sempre acolheu e enalteceu todo tipo de mulher desde sua criação estaria renegando a própria essência se renegasse sua criadora. 




Vale lembrar que, ao contrário do que algumas pessoas podem pensar, o Maggníficas não é uma profissão. Sim, existem blogs profissionais e mulheres fantásticas que acabam por fazer disso um grande negócio. Mas nenhuma de nós ganha dinheiro com isso, ao contrário. Temos sólidas carreiras fora do mundo da moda e dos blogs e foram anos de investimento (inclusive financeiro) para fazer um bom trabalho como blogueiras e levar nossas ideias ao mundo. É nosso hobby, nossa alegria, nossa paixão.  


Eu também não me sinto com vontade e nem inclinada a ser uma blogueira solitária. O MaGGníficas existe em decorrência da amizade e da parceria entre cinco mulheres com perfis diferentes mas com uma coisa em comum, a capacidade de respeitar o jeito de ser da outra. 


Se ele existe, foi graças à Dani Kamliot que abraçou a ideia e desenvolveu. Se ele se manteve, foi graças à Marina Sena que sempre fez um trabalho impecável em nos manter unidas e produzindo, pra não mencionar o gerenciamento da parte mais complicada e chata de um blog. Se ele se destacou, foi graças ao desempenho da Alinne Rosa que apresentou, divulgou e compartilhou conosco seu conhecimento de marcas e pessoas. Se ele sobreviveu, foi graças à Marcella Rosa que injetou novo ânimo e trouxe novos assuntos e motivação. Se eu não consigo deixá-lo ou deixá-las, e por reconhecer todo o esforço e toda amizade envolvida nesse projeto. E eu não vou deixá-lo morrer. 






Minhas amigas não querem que eu vá. Então espero, sinceramente, que nossas leitoras também não queiram. Fui gorda a minha toda e hoje sou "magra". Mas não perdi minha sensibilidade, minha capacidade de escrever ou de respeitar todas as mulheres. 


Se você gosta do blog, que tal convidar suas amigas de todo perfil pra conhecê-lo e juntas entramos numa nova fase, onde agiremos como irmãs, em busca de um mundo mais bonito e justo, de bons sentimentos e amor próprio. Que tal fazermos juntas, o novo Maggníficas? 





Um comentário:

  1. Amei seu post....
    Plus Size ou não, seu lugar é entre as Maggníficas, amiga querida.
    Beijos e felicidades mil pra você!

    ResponderExcluir


Somos Marcella Rosa e Marina Sena, parceiras no blog, na luta e na vontade de mudar - nem que seja um pouquinho - o mundo. O Maggníficas é um pouco de nós, porque aqui tem moda democrática, empoderamento feminino e amor próprio. Nosso foco é a sororidade e a vivência plena de todos os corpos, porque acreditamos que somos todas maggníficas e que todo mundo pode tudo!

maggnificas@gmail.com