Poxa, R7, assim não dá para te defender.

escrito por Rosa


Como todo mundo sabe, nesse final de semana rolou o Fashion Weekend Plus Size, e eu, a Marina e Alinne conferimos de perto esse evento - que foi muito legal.
Mas esse texto não é sobre o evento. É sobre o mundo.

O evento teve tanta mulher maravilhosa - e não só porque eram modelos, mas porque toda mulher é muito maravilhosa - e eu fique totalmente apaixonada. Eu me sentia nas nuvens vendo aquilo. Deslumbre à parte, é claro que quem curte o evento curte também ver a repercussão e é sensacional que portais de grande divulgação, como o R7, também tenham escrito sobre o FWPS.

Acontece que, a partir do momento em que alguém toma para si a posição de 'fora do padrão', esse alguém deve também lidar com alteridade. E é isso que eu vi nesse evento: mulheres gordas, gordinhas, altas, baixinhas, negras, brancas, ruivas, loiras, morenas, trans, cis, héteros, homo, bis...e tudo muito bonito. O evento não era só para falar de tamanho de corpo, mas para falar de aceitação e beleza, de qualquer maneira. E vem o R7 com essas legendas:




"Essa não é plus size, né?" Não? Será? Vamos mesmo, num universo de minorias, marcar um IMC correto para uma modelo ser plus? Não é o suficiente que ela esteja desfilando sem ser anoréxica, branca e de olhos claros? Pense na sociedade escravocrata, misógina e violenta que você vive, senhor editor da R7 e me diga: essa mulher, com 24 anos,  ser a imagem de uma grife de moda não te parece 'fugir do padrão'?

A Dayana Toledo é uma mulher linda, representativa e maravilhosa.

Sabe o que significa plus pra mim? Mais. E sabe o que é ser 'mais'? É sair de perto de tudo que for estipulado, violentamente, por rótulos. Se está dividido em caixinhas, eu não quero saber.
Porque todo mundo pode tudo. A moda é democrática!


2 comentários:

  1. Acho um desrespeito quando tem esse tipo de texto nas fotos. A Dayanna não é magra como exigem nas passarelas (34/36), mas ainda que fosse, nós estamos falando da diversidade de corpos e aceitação.

    ResponderExcluir
  2. Nada contra as legendas não... Não estavam errados... Tá certo que elas não eram tão esbeltas, mas tá longe de um evento ou marca plus size colocar mulheres plus com silhuetas grandes. Nunca vi pneus ou barriga grande à mostra, são sempre mulheres acima do peso e com corpos deslumbrantes, uma obesa mórbida jamais! Isso acaba não sendo tão real. :/

    ResponderExcluir


Somos Marcella Rosa e Marina Sena, parceiras no blog, na luta e na vontade de mudar - nem que seja um pouquinho - o mundo. O Maggníficas é um pouco de nós, porque aqui tem moda democrática, empoderamento feminino e amor próprio. Nosso foco é a sororidade e a vivência plena de todos os corpos, porque acreditamos que somos todas maggníficas e que todo mundo pode tudo!

maggnificas@gmail.com