Natália

escrito por Marina Sena




O começo pode parecer um embaraço.
Dificuldades, obstáculos. Um tropeço.

Ela chega assim, devagar, como se não quisesse nada. Mas ela quer, e muito!
Quer ser alguém, quer ser amada, quer ser notada, cuidada e respeitada. Quer ser ela mesma, quer ser feliz, independente, dona do nariz.

Pequena na altura e grande na emoção.
Nervosinha de natureza, essa menina tem um enorme coração.

E ela tem pressa. Mas somos felizes hoje, hoje é nosso melhor dia.
Ela tem fome, mas não tem sede. São seis da manhã, mais um dia. E somos felizes hoje.

Pelo jeito mais difícil chegaremos ao caminho mais feliz. Com certeza. Estamos juntas! Todas juntas – mas não todas, afinal somos muitas. Muita gente, multidão, desespero, perto demais, nenhum envolvimento. O que estamos fazendo aqui?

Muito rápido, sem jeito, quase. Qual o sentido das coisas? Ela é linda.
Arrancaram os pedaços, alguém arrancou, a vida arrancou. Juntou os pedacinhos.

Força na fraqueza é o que ela tem. É o que precisou ter.
Sentou, suou, resolveu ser feliz.

As coisas mudaram rapidamente e agora toda vez é a primeira. Nós acreditamos.

Entrega-se, quer se entregar.
Está rodeada de amor, mas já se deu conta disso?
E eu sou entregue a ela também.

Irmã ♥


Nenhum comentário:

Postar um comentário


Somos Marcella Rosa e Marina Sena, parceiras no blog, na luta e na vontade de mudar - nem que seja um pouquinho - o mundo. O Maggníficas é um pouco de nós, porque aqui tem moda democrática, empoderamento feminino e amor próprio. Nosso foco é a sororidade e a vivência plena de todos os corpos, porque acreditamos que somos todas maggníficas e que todo mundo pode tudo!

maggnificas@gmail.com