MaGGníficas ilustram matéria sobre corsets

escrito por Maggníficas


Olá meninas!

Lembram quando falamos sobre corsets aqui e aqui? Pois a Suzane Barbosa, corsetière da da Black Cherry Corset deu uma entrevista super legal pro Blog da Milu da Revista Ana Maria no Portal M de Mulher da Editora Abril falando sobre os espartilhos, a prática pra afinar a cintura usando corsets e outras coisinhas. 

As MaGGníficas Alinne Rosa e Carol Caran ilustraram a matéria, que reproduzimos a seguir:

Gordinha cria grife de corsets plus size

Por Milu postado em 24/05/2013 às 0h01


Quem nunca pensou se imaginou com a cinturinha de pilão da personagem Scarlet O´Hara  no filme “E o Veto Levou”? O uso dos espartilhos que imortalizaram as cinturinhas da época, hoje ganharam uma nova roupagem, os corsets, que podem ser usados por cima da roupa, compondo visuais com uma pegada vintage.
A Corsetmaker Suzane Barbosa, apaixonada por espartilhos, se especializou na confecção de corsets. Ela mesma, usando manequim 48, sentia necessidade de umcorset que respeitasse e valorizasse as suas curvas. Ela pesquisou e desenvolveu técnicas de modelagem de corsets para quem está acima do peso. Criou a marca Black Cherry  e, hoje, aos 23 anos, tem clientes gordinhas no Brasil inteiro.
Suzane veste uma de suas criações/ Foto: Dvulgação
1) Como surgiu a idéia de confeccionar corsets?
Suzane: Sempre fui apaixonada por corsets. Na época que comecei a confeccioná-los, não existiam cursos ou muitas informações no Brasil. Então, precisei ser autodidata. Estudei pela internet tutoriais de fora do país e desenvolvi minha própria técnica de modelagem. Minha inspiração são os espartilhos antigos.
2) Qual a diferença de um corset feito sob medida e um produzido por confecções, em larga escala?
Suzane: A diferença é enorme no conforto, no caimento, mas sobretudo na saúde. Corsets feito em larga escala dificilmente vão respeitar as curvas e o biotipo da usuária, gerando desconforto, pressionando onde não deveria, ficando mais comprido ou mais curto. O corset é uma peça firme e bem estruturada, por isso é importante que seja feito sob medida e nesse caso vai ficar confortável, comprimir a barriguinha e evidenciar as regiões certas. Também é válido lembrar que as peças chinesas que andam fazendo sucesso por aqui não são corsets legítimos.
3) Quais os cuidados que se deve ter ao fazer um corset para uma mulher plus size?
Suzane: Os corsets para mulheres plus size geralmente são mais compridos e requerem uma quantidade maior de barbatanas na região do abdômen e seios. Ainda na área dos seios, existe um cuidado com a modelagem para que o busto não fique exagerado e projetado para o alto. Na região da cintura é feito uma redução maior do que em corsets para mulheres magras.
5) O corset reduz medidas?
Suzane: Ao colocar o corset é possível reduzir visualmente até 10 cm de cintura. Mas ao retirar o corset a cintura volta ao normal. Porém, existe uma técnica chamada Tight Lacing, feita com um corset especial, que é usado diariamente, várias horas por dia e que, após um período, reduz a cintura em até 20 cm. Porém, é necessário consultar um ortopedista para verificar a existência de algum problema na lombar que possa se agravar com essa técnica. Fortalecer a musculatura do abdômen também é essencial para as praticantes de Tight Lacing.
6) Com que roupa o corset pode ser usado?
Suzane: Os corsets são peças versáteis que podem ser usados com roupas do dia a dia, com calças jeans, por cima de blusas e vestidos.  Também é possível usar os modelos underbust  por cima da camisa, para trabalhar. Os modelos Overbust, que cobrem o busto, são perfeitos para festas e baladas, mas nada impede que sejam usados também no dia a dia.
Corsets modelo Overbust (que cobre o busto) / Foto: Hilton Costa – divulgação
Corsets modelo Underbust (que ficam abaixo do busto)/ Foto: Hilton Costa – divulgação
(nota do MaGGníficas: Alinne Rosa e Carol Caran)
Link para a matéria aqui. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário


Somos Marcella Rosa e Marina Sena, parceiras no blog, na luta e na vontade de mudar - nem que seja um pouquinho - o mundo. O Maggníficas é um pouco de nós, porque aqui tem moda democrática, empoderamento feminino e amor próprio. Nosso foco é a sororidade e a vivência plena de todos os corpos, porque acreditamos que somos todas maggníficas e que todo mundo pode tudo!

maggnificas@gmail.com