Problemas do estresse na gravidez

escrito por Daniele Santos


A cada mês de gestação que vai se passando o corpo muda, a vida muda e as variações de humor também são constantes, com isso muitas vezes o estresse acaba fazendo parte da vida da gestante. Mas é importante que a mãe aprenda a lidar com o estresse na gravidez o mais rápido possível, pois isso pode ser prejudicial para o bebê.


A gravidez traz muitas mudanças físicas e emocionais  para mulher. É natural que você se sinta muito feliz, triste e assustada ao mesmo tempo! Por isso buscar mais qualidade de vida e dar um 'levante' na autoestima é muito importante.
Uma pessoa muito estressada acaba fazendo com que o seu organismo aumente a produção dos hormônios do estresse, que são: o cortisol e a norepinefrina. Na gestação o aumento desses hormônios podem ter consequências mais sérias, pois faz com que defesas maternas diminuam e o bebê fique mais predisposto aos riscos da gravidez. o que pode causar alterações duradouras na mamãe e no feto.

Segundo os estudos, o estresse na gravidez tem maiores impactos sobre o bebê do que a depressão pós-parto.

A gestante e o estresse

Na mãe o estresse em excesso na gravidez causa uma série de reações no organismo, fazendo que o corpo libere mais radicais livres que destroem as células saudáveis do corpo e que futuramente pode favorecer o envelhecimento precoce ou até causar câncer. Situações de estresse também aumentam os casos hipertensão arterial e depressão na gestação, além da gestante ter um risco maior de um parto prematuro.


O feto e o estresse

No bebê o estresse na gravidez pode causar destruição de neurônios já construídos e das sinapses, que é a maneira dos neurônios enviarem sinais para os outros neurônios. Isso tem a capacidade de alterar fisiologicamente o cérebro, prejudicando assim a capacidade do bebê lidar com situações estressantes. Além disso, os vasos da região abdominal da mãe em situações de estresse se contraem rapidamente e isso acaba prejudicando o crescimento do bebê.
Tudo isso pode causar problemas de atenção e aprendizagem, ansiedade, sintomas depressivos, atraso no uso da linguagem, maior risco de hiperatividade e de o bebê sofrer com alergias respiratórias, principalmente asma.

Calma mamãe!!

Não se desespere afinal um pouco estresse na vida é normal! E na gravidez mais ainda pois a mulher fica muito sensível mesmo! E mesmo sabendo de todos os problemas que o estresse pode causar, tem dias que infelizmente as coisas não dão certo, e o estresse predomina.


Mas...O que você pode fazer?

Reconheça que você realmente sente-se estressada. Aceitar o fato de que está estressada e identificar as situações que lhe causam o estresse são os primeiros passos no sentido a ajudá-la a reduzir o estresse. Você também pode ajudar a reduzir o estresse com algumas medidas que vamos falar no próximo post (que será; "8 dicas para amenizar o estresse na gravidez!"), mas resumindo é:

Que tal pensar em maneiras de diminuir o estresse e fazer a vida fluir mais leve?


Fontes: Site da mamãe ; Portal do coraçãoBrasil Escola e Blogers



Postagens Relacionadas:


Nenhum comentário:

Postar um comentário


Somos Marcella Rosa e Marina Sena, parceiras no blog, na luta e na vontade de mudar - nem que seja um pouquinho - o mundo. O Maggníficas é um pouco de nós, porque aqui tem moda democrática, empoderamento feminino e amor próprio. Nosso foco é a sororidade e a vivência plena de todos os corpos, porque acreditamos que somos todas maggníficas e que todo mundo pode tudo!

maggnificas@gmail.com