Emagrecendo, uma busca ou uma fuga?

escrito por Daniele Santos



Fiquei muito tempo pensando numa maneira menos agressiva de fazer esse post, mas acho não será possível fazê-lo de forma sutil se eu estou realmente vivendo uma fase agressiva!

Comecei falando sobre o que me irrita (aqui), mas o buraco é mais embaixo.

Acho que isso pode gerar polêmica, vai mostrar pro mundo o quanto eu sou doida, mas acho que ia me sentir muito enganadora se não falasse nada!

Sempre preguei aqui no blog que a gente tem que se amar antes de qualquer coisa! Que não adianta querer emagrecer achando que seus problemas estarão resolvidos porque isso não acontece! Continuo achando isso mesmo!! Se a beleza não põe mesa, a magreza menos ainda, né!?

Mas se eu realmente acredito nisso, porque será que estou numa vontade louca de emagrecer? Acho que a resposta está exatamente na pergunta: vontade louca!Não estou passando por uma fase de “cabeça boa”, ando desanimada, sem foco, tristonha e não sei o porquê. Não há um motivo concreto.

No mundo plus, muito já se debateu sobre a postura que muitas meninas têm, achando que é uma traição, quase um crime, emagrecer. Não sei o que realmente é... mas não é legal! rs

Não é legal a pessoa achar que ser magra é a solução da vida e não é legal alguém julgar o outro pela decisão que cada um acha ser a melhor para sua vida.

Acho muuuuito mais legal quando a gente está de bem com a gente e nosso corpo. (E quem conta com o corpo pra ser feliz vai morrer cedo ou triste! Penso que não há corpo escultural que resista a dupla tempo e gravidade!)
Mas eu não estou nem um pouco feliz! Nem com meus cabelos, nem com minha pele, ou relacionamento amoroso, pernas, costas, relacionamento familiar, braços, seios, capacidade de raciocínio, bumbum, pés,... Ou seja, não estou feliz comigo! E não acho que emagrecer vai me deixar feliz ou resolver qualquer tipo de problema...

Mas decidi emagrecer da mesma forma!!
Eu vinha sentindo o peso dos quilos a mais e, principalmente, do sedentarismo no dia a dia, mas fiz alguns exames médicos e vi que minha saúde continuava muito bem. (Acho que no fundo eu queria ter a desculpa de melhorar a saúde para correr atrás do emagrecimento)
Já que está tudo certo, porque não estragar um pouquinho?! 
Procurei um médico conhecido por suas fórmulas milagrosas e decidi tomar esse “chumbinho” para eliminar uns quilos que me acompanham!

Estou morrendo de medo! Medo das consequências na saúde, medo do remédio causar vício, medo do que vai acontecer depois, mas o pior de tudo não é o medo e sim a certeza de que isso não vai me deixar feliz!

Então porque eu to fazendo isso?? Hummmm
Bem, penso nisso todo dia e ainda não sei a resposta!
Acho que queria fugir de mim, mas como isso não seria possível, decidi que fugir de um pedaço do que carregava todos os dias poderia ser um caminho...


7 comentários:

  1. Me vi em suas palavras. Há 5 anos fiz redução do estômago achando que todos meu problemas com relação ao peso acabaria, a autoestima acabaria. Eu emagreci, sequei, nada mudou dentro de mim, as pessoas falavam da minha magreza com contentação, e eu mesma não sentia esse contentamento todo. Lógico que os comentários e elogios a minha pessoa me agradavam, mas vi que não era aquilo que me desagradava, o peso, sempre recorrente em minha vida, não era a minha maior frustação, emagreci e ainda sim faltava algo. Hoje to mais gorda, voltei uns 20 quilos, por muitos problemas que não vem ao caso, tô chateada pelos outros me questionarem de eu ter voltado a engordar um pouco, mas me sinto bonita ainda sim, me reconheço ainda assim. E sim, falta alguma coisa ainda. Penso que a vida é assim mesmo, sempre há algo que falta, sempre há alguma busca, e hoje mais do que nunca sei que não se refere ao peso. Ainda assim queremos emagrecer... Mesmo noivo, pai, mãe dizerem que não, o problema são os outros, sempre. Tô confusa, sei o que sente. Quero emagrecer, mas não sei.

    ResponderExcluir
  2. Nao te sentes culpada, mudar sempre é valido, renova a energia..tb sou gordinha, e a 05 meses resolvi "mudar", não havia companhia para as minhas caminhadas, peguei meu MP3 e fui a luta...sempre falei que ser gordinha não me incomodava, pura MENTIRA, sair para comprar roupa era um pesadelo, achar a roupa e depois de vestir perceber que ficou uma coisa é muuuito cruel...Guria, vai a luta, esquece o que os outros vão pensar, dizer, julgar, somente nós sabemos o que passamos..Faz por ti...pq ninguem vai fazer...Repensa a questão do medicamento...sem ele, demora um pouco, mas com certeza tem mais vantagens..Eliminei 12 Kg em 05 meses, estou me sentindo outra..De repente até é para chegar onde a sociedade acha que devemos chegar...Mas só sei te dizer, que está me fazendo muito bem...BOA SORTE !!

    Bjs Alessandra

    ResponderExcluir
  3. Falo por experiência própria, não faça isso consigo.
    Tomei esses chumbinhos e emagreci. Fiquei um bom tempo magra, mas não compensa. Os danos que ele faz ao seu corpo e humor. Eu era emocionalmente descontrolada quando tomava essas tranqueiras. E tive uma séria queda de cabelo. Foi terrível.
    O pior foi ouvir alguns amigos perguntares: Porquê você tomou esses remédios para emagrecer se nem era gorda?
    E repensando, eu malhava e muito, pois tinha tempo... Era só procurar uma nutricionista para ajustar minha alimentação.
    Depois que parei, engordei mais do que havia emagrecido e estou bem triste, mas lutando pra emagrecer pelo menos 10 kg. Juro que pensei em voltar a tomar esses "chumbinhos", mas pensei também no mal que me fez e procurei uma nutricionista e vou lá, me policiando sempre pra perder uns quilinhos, só para me sentir melhor com minhas roupas, nada extremo.
    Quem sabe com uma ajuda de uma nutricionista você já consiga alguma coisa e o melhor, se sentir melhor?
    Se tem algum exercício que você adore, mergulhe de cabeça nele. Ele também irá te ajudar a tirar essas neuras.
    Mas não faça isso com você. Você não merece ser agredida desta forma!
    Um beijo e força na peruca! =)

    ResponderExcluir
  4. "Um ser sendo",
    É isso mesmo, eu também já emagreci antes e não fiquei mais feliz por isso... Me fiquei muito melhor quando senti que poderia viver bem com minhas curvas!
    Mas agora esse sentimento foi parar em algum lugar que eu não sei onde...
    Talvez, se eu emagrecer eu consiga ver qual é o real problema pra poder conserta-lo.

    ResponderExcluir
  5. "Anonimo",
    Acho que não me sinto exatamente culpada, só sei que não estou seguindo o melhor caminho...
    Tipo aquele homem problemático mas que vc não consegue se afastar de vez?! rs
    Obrigada pela força!

    ResponderExcluir
  6. "Tatiana Rosa"
    Eu sei... é como eu falei acima, é um daqueles relacionamentos destrutivos: você sabe que o cara não está te fazendo bem mas que você não parar de pensar hehehe
    Pelo menos, até agora, o remédio não tem me deixado emocionalmente descontrolada.(to me sentindo até mais relax)
    E exercícios... aff Esse é meu fraco, não consigo gostar de nada!

    Mas repenso isso todo dia!!
    Muito obrigada pelo incentivo!
    Bjks

    ResponderExcluir
  7. Sou super suspeita.
    Mas se for tomar algo tome remedinhos naturebas. Chá branco pode ser colocados em cápsulas e ajuda bastante a emagrecer. Chá verde é ótimo pra desintoxicar. O vemlehro faz uma drenagem natural.
    Exercícios físicos podem fazer toda a diferença para uma vida com saúde. Hoje não faz tanta diferença mas no futuro faz toda a diferença.
    Boa sorte!

    ResponderExcluir


Somos Marcella Rosa e Marina Sena, parceiras no blog, na luta e na vontade de mudar - nem que seja um pouquinho - o mundo. O Maggníficas é um pouco de nós, porque aqui tem moda democrática, empoderamento feminino e amor próprio. Nosso foco é a sororidade e a vivência plena de todos os corpos, porque acreditamos que somos todas maggníficas e que todo mundo pode tudo!

maggnificas@gmail.com