Dress Code - Empresarial

escrito por Marina Sena


Antigamente, as pessoas não davam muita importância ao código de vestimenta, principalmente nas empresas. Só de um tempo para cá que as organizações passaram a entender a importância da imagem no mundo corporativo e, além disso, começaram a notar o quanto a falta desta imagem pode influenciar negativamente a credibilidade e avaliação da empresa, perante os concorrentes, consumidores e até mesmo os próprios colaboradores.

Notamos atualmente que as empresas estão investindo nessa prática para que os profissionais entendam os valores e conceitos da organização onde trabalham e consigam traduzir a imagem da empresa na maneira de se vestir. A apresentação pessoal pode ser fator determinante para se transmitir uma imagem positiva, tanto do próprio profissional quanto da empresa que está sendo representada. Para isso, é importante que a empresa tenha seu Dress Code definido, para que os funcionários possam segui-lo.
As empresas que possuem um Dress Code formal pedem trajes mais clássicos, como terninhos e alfaiataria em cores neutras, com acessórios discretos. Conjuntos do mesmo tecido e padronagem é uma boa escolha.

Se as restrições do vestuário do seu trabalho são muitas e você não vê uma forma de fugir da fórmula terninho + camisa + scarpin, a saída é investir em peças de excelente qualidade – tecido bom, corte e caimento perfeitos.






Nada de transparências, decotes, fendas, roupa curta e justa, barriga de fora e lingerie aparecendo ou marcando. Além disso, o perfume e a maquiagem devem ser suaves. Mas você pode “ousar” optando por um blazer ou paletó com abotoamento diferente, apostando numa estampa em tons sóbrios ou até fazendo um mix de estampas (desde que sejam discretas, apareçam em pedaços pequenos da roupa e tenham cores que conversam entre si). Já experimentou usar uma pantalona ou macacão?

Se a empresa é adepta de um Dress Code informal, é permitido o uso da calça jeans, desde que seja de cor mais escura e sem detalhes, de preferência de corte mais reto. Você pode usar um lenço de cor ou estampa mais alegre e alguns acessórios de destaque. Use um broche legal, um cinto diferente ou um colarzão bem bonito. Cuidado com pulseiras que façam barulho.
Regatas são aceitáveis no mundo corporativo pelo fato do nosso país possuir um calor intenso, mas use-as somente em cores neutras e com alça grossa e decote discreto – no colo e nas axilas também.



Fique atenta com essa “liberdade”, pois nem tudo é liberado. Leve em consideração o perfil da empresa e tenha bom senso em suas escolhas; nesse caso também não são permitidos decotes chamativos, roupas muito justas, transparência e saia curta.
“A imagem construída com inteligência e charme ajuda na comunicação com o outro. Incorpora confiança. Não é uma questão de simples vaidade, mas de sobrevivência” – Constanza Pascolato

Ajuda da fonte: Fashion4fun

Observação: ano passado a MaGGnífica Carol Caran fez dois posts sobre roupas de trabalho, você pode ter mais ideias sobre o que vestir e como vestir lendo aqui e aqui.


Um comentário:

  1. Adorei tudo isso, vai me ajudar a beça no dia a dia... ando negligenciando horrores a imagem na hora de ir trabalhar ultimamente. Muito bom!

    ResponderExcluir


Somos Marcella Rosa e Marina Sena, parceiras no blog, na luta e na vontade de mudar - nem que seja um pouquinho - o mundo. O Maggníficas é um pouco de nós, porque aqui tem moda democrática, empoderamento feminino e amor próprio. Nosso foco é a sororidade e a vivência plena de todos os corpos, porque acreditamos que somos todas maggníficas e que todo mundo pode tudo!

maggnificas@gmail.com