Mulher de Verdade e MAGGnífica!

escrito por Carol Caran



Dr. Rey expondo sua cultura geral
Opinião cada um tem a sua e graças aos céus, vivemos numa democracia e podemos expô-la. Mas modificar fatos é algo que me incomoda. Dia desses o Dr. Rey, cirurgião plástico bambambam de programas de TV e famosas, deu a seguinte declaração ao divulgar o seu “milagroso” remédio “natural” para emagrecer (qual de nós nunca viu um desses?):

Eu amo o Brasil, chegou a hora do Brasil. Vamos deixar de lado este complexo colonial. Tudo o que o gringo faz é semideus. As companhias querem fazer dinheiro, então elas estão mentindo para vocês que plus size é bom. “A mulher de verdade é plus size”. É mentira. Se você colocar no relógio os 10 mil anos da humanidade, por 11 horas e 55 minutos a mulher foi magrinha. Éramos caçadores. A média que caminhava um caçador era 30 km por dia e levantava peso, carregando a caça. Hoje a mulher normal anda 50 metros por dia. Da cama para o carro, do estacionamento para o trabalho, do trabalho para o carro, para casa.”

Pois eu tenho uma novidade pro Dr. Desinformado Rey. Pra começar, a humanidade tem bem mais do que 10 mil anos. E em agosto de 1908 foi descoberta uma escultura em pedra calcária, que estima-se tenha sido esculpida há 25.000 ou 30.000 anos A.C..


Essa coisinha linda e GORDA é chamada de Vênus de Willendorf, encontra-se hoje no museu de História Natural de Viena na Áustria. Alguns autores entendem “que a corpulência representa um elevado estatuto social numa sociedade caçadora-recolectora e que, além da óbvia referência à fertilidade, a imagem podia ser também um símbolo de segurança, de sucesso e de bem-estar."

Pra não ficar dando aula de história da arte, vamos apenas recordar expressões artísticas do ideal de beleza das civilizações ao longo dos anos: Grécia e Roma antigas (aproximadamente 2.000 A.C.), Idade Média, Renascimento e Neo-Clássico.
Venus Accroupie - Império Romano (Séc. II) - Museu do Louvre

Auguste Clessinger - Mulher mordida pela cobra (1847)

Versão de Cesare da Sesto (1477-1523) para "Leda e o Cisne", de Leonardo da Vinci


As três graças (1636-1638), -  Rubens (1577-1640) Museo del Prado, Madrid, Spain

Leda e o Cisne - Francois Boucher (1741)


Leda e o Cisne - Paul Cézanne (1880-82)
Weiblicher Rückenakt (Female Nude, Back View)-  Vincent van Gogh (1853-1890)

Nude models (Nakenmodeller) -  Ivar Kamkar  (1918)
Todas as eras retratam mulheres curvilíneas ou gordas, com braços roliços e evidente depósito de gordura nos quadris e abdômen. Algumas tem até celulite visível. Eu creio que possamos afirmar com alguma certeza que as moças "retratadas" não tinham carro e nem acesso a fast food e nem acreditavam que ser gorda legal por causa de indústrias querendo vender seus produtos.

O padrão magro de beleza se insinuou nos anos 50/60 com modelos como Twiggy e a silhueta esguia de Audrey Hepburn. Nos anos 80, com a “descoberta” da malhação, o corpo sarado passou a ser cultuado. Mas só nos anos 90/2000 foi que o mundo passou a idolatrar os dois padrões vigentes atualmente: o magro esquálido das modelos fashion e o visual musculoso e “plastificado” (leia-se, nada natural) de muitas atrizes e modelos.

Jane Fonda e Twiggy

Claro que o Dr. Rey não gosta de gordos. Todos os seus serviços e produtos são feitos para pessoas que querem ter o corpo "perfeito" a todo custo. Pelo jeito, querer ganhar dinheiro não é exclusividade das empresas que "mentem" sobre plus size ser legal. 

Eu não vou jogar baixo questionando sobre o que há de verdade nas pacientes do Dr. Rey com suas lipos e próteses e colágeno. Também não nego os males da obesidade. Mas se vamos lidar com dados, quantas pessoas magras já morreram em decorrência de problemas cardíacos ou sofrem com diabetes e hipertensão? Doença é prerrogativa de gordo? Na minha humilde opinião, uma pessoa que faz 5 ou 10 cirurgias por motivos estéticos tem mais problemas que eu e meus cento e tantos centímetros de quadris.  

Eu não gosto de generalizações, mas aproveitando o equivocado exemplo do Dr. Rey, no relógio do tempo da humanidade as mulheres só seriam magras e seradas há menos de um minuto.  E quem é que não é mulher de verdade afinal? 


13 comentários:

  1. Mas eu adorei esse post!
    Também quero saber onde assino. Rsrsrs
    ARRASOU!

    ResponderExcluir
  2. Post PERFEITO!!!
    CArol...falou TUDO!!
    Pelo menos minha barriguinha e meu culote são super NATURAIS!!
    rs
    diferente do seio, bumbum e cintura das pacientes do Dr. Rey.

    eu sou gorda..mas meus exames são EXCELENTES!!
    conheço gente MAGRA e cheia de colesterol, triglicérides...aff

    Santa Ignorância, né?

    até quando??

    beijo, Carol...LuvU
    Alline

    ResponderExcluir
  3. E enquanto isso... todo mundo que comentou aí em cima, se rasssssssssssga de inveja qdo passa uma GOSTOSA de barriguinha de fora, calça justinha e REGATA NADADOR mostrando TUDO que fica RÍDICULO nas outras e APESAR DE NEGAREM DE PÉ JUNTO dariam QUALQUER COISA para estarem iguaizinhas!
    Que feio vcs!

    ResponderExcluir
  4. Olá anônimo, seja bem vindo pra expressar sua opinião. Apenas esclarecendo, eu acho barriga de fora ridículo em qualquer situação ou tipo físico. E eu não daria nada pra ser/estar como você descreveu. Enfim, você acha que isso importa pra gente. Mas nós sabemos como nos sentimos, então é uma discussão sem sentido. Da próxima vez, pode colocar o nome. A gente não morde!

    ResponderExcluir
  5. oi Anonimo....
    feio é criticar sem aparecer.
    feio é julgar sem conhecer
    feio é se render aos roupantes da mídia
    feio é ser vulgar
    feio é nao aceitar diferenças
    feio é nao ver beleza além da estética
    feio é nao ser natural
    feio é priorizar a beleza em troca da saúde

    vc poderia rever seus conceitos.

    todas essas mulheres a que voce se refere como "invejosas das magras", são felizes, saudáveis, inteligentes, bem sucedidas e principalmente: VALENTES!

    porque tá cheio de blog por aí que NUNCA publicaria um comentário negativo.

    Bem vindo ao mundo das MULHERES REAIS!

    Bjos, Alline.

    ResponderExcluir
  6. Fiquei ainda mais orgulhosa de ser uma Maggnifica depois de ler este post!

    Arrasou Carol e assino embaixo do post e das respostas da Carol e da xará Alline para o anônimo!

    Bjks

    ResponderExcluir
  7. Eu também fiquei muito irritada com o que ele disse qualquer tipo de suplementação vitaminas shakes e tudo mais fazem mal a saúde.
    è estranho alguem dizer do que não conhece eu me sinto muito mal pelo jeito do que me olham do que realmente sou.
    Ele vive num mundo de banalidades a mulher dele mesmo tem um aspecto anorexico.mas poderia ter sido mais gentil ao vender opeixe dele que é realmente pra quem não tem boa auto estima.

    ResponderExcluir
  8. Eu também fiquei muito irritada com o que ele disse qualquer tipo de suplementação vitaminas shakes e tudo mais fazem mal a saúde.
    è estranho alguem dizer do que não conhece eu me sinto muito mal pelo jeito do que me olham do que realmente sou.
    Ele vive num mundo de banalidades a mulher dele mesmo tem um aspecto anorexico.mas poderia ter sido mais gentil ao vender opeixe dele que é realmente pra quem não tem boa auto estima.

    ResponderExcluir


Somos Marcella Rosa e Marina Sena, parceiras no blog, na luta e na vontade de mudar - nem que seja um pouquinho - o mundo. O Maggníficas é um pouco de nós, porque aqui tem moda democrática, empoderamento feminino e amor próprio. Nosso foco é a sororidade e a vivência plena de todos os corpos, porque acreditamos que somos todas maggníficas e que todo mundo pode tudo!

maggnificas@gmail.com