Você sabe usar seu dinheiro?

escrito por Marina Sena


Mulheres investem cada vez mais em seus sonhos. Mais da metade das mulheres brasileiras afirma investir parte de sua renda para a realização de um sonho ou alcance de uma meta. Li no site do MSN uma pesquisa da Sophia Mind, empresa voltada para pesquisa e inteligência de mercado, onde lista os principais destinos dos investimentos femininos:



35% - Comprar ou reformar um imóvel
26% - Fazer uma grande viagem de lazer
23% - Aposentadoria
19% - Comprar um automóvel
16% - Ter filhos ou terminar de criá-los
15% - Comprar móveis e equipamentos
15% - Fazer um curso
7% - Ter condições de casar
5% - Comprar uma roupa ou acessório
16% - Não têm um objetivo específico para o investimento




A mulher tem papel fundamental na formação do hábito do consumo consciente na sociedade, e quanto mais pessoas da família estiverem envolvidas no exercício orçamentário, mais consistentes serão as decisões, além de ensinarem a seus filhos uma maneira de ser em família, assim como sobre o uso consciente do dinheiro.
As mulheres lideram o ranking dos devedores, mas também são elas as que mais rapidamente quitam os débitos e limpam o nome.

Aí vão algumas dicas para juntar dinheiro:
- Não compre por impulso. Planeje suas compras e, com isso, não estoure seu orçamento.
- Lembre-se de que não existe pagamento parcelado sem juros. Os juros já estão embutidos no preço à vista. Portanto, quando comprar à vista, negocie um desconto.
- Pesquise sempre mais de uma alternativa antes de comprar. Avalie o custo-benefício do produto que você está comprando.
- Não gaste seu dinheiro à toa. Procure guardar ao menos parte de seu 13º salário. É importante buscar poupar sempre, procurando aplicações em instituições e fundos que se propõem a investir em empresas social e ambientalmente mais responsáveis. Agindo assim usamos a poupança para criar melhores condições para nós e para toda a sociedade.
- O fim de ano é um dos períodos em que o consumidor mais entra no vermelho, por gastar além do que pode. Faça uma reserva de recursos para os pagamentos típicos de início de ano, como IPVA, IPTU, matrícula escolar, entre outros.
- Reavalie a necessidade de fazer algumas compras. Reflita sobre a felicidade que você encontra nos momentos em que você passa com a família e a que é realmente trazida pelos presentes que são trocados nas festas de fim de ano, buscando um equilíbrio entre elas.

Ter objetivos definidos vai ajudá-la não só a resistir a comprar mais um vestido, que da vitrine teima em acenar para você, como também a dividir melhor seus recursos com sua família. Separar uma parte do seu dinheiro para ter suas próprias conquistas é uma atitude saudável e vai ajudá-la bastante no relacionamento familiar. Alguns psicoterapeutas americanos afirmam que as mulheres não enriquecem porque se concentram mais nas necessidades dos outros do que nas próprias, e evitam dar os passos indispensáveis para se tornar financeiramente independentes. Por isso, o caminho para estabelecer uma nova relação com o dinheiro é definir claramente seus objetivos – e correr atrás deles.

Fonte: Como Investir


6 comentários:

  1. Aprendi a usar meu dinheiro à partir do momento que decidi que iria casar...
    Desde então, sou uma pessoa super hiper mega econômica com meu din-din....

    Ufa!!!

    ResponderExcluir
  2. Aninha, só tenho que te dar os parabéns! Hoje em dia é muito difícil resistir as tentações e quando percebemos já estamos endividados, mas com objetivos e força de vontade podemos tudo!!

    ResponderExcluir
  3. aff... q coisa mais dificil de se fazer!!! estou tentando muito!!!
    bjo

    ResponderExcluir
  4. Camis, seja forte e continue tentando que você consegue! Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Quer saber de uma coisa Marina, eu faço exatamente o que você falou no inicio do post!
    Uso meu dinheiro exatamente de aacordo com os percentuais apresentado!!
    Qual não foi minha surpresa quando fui somar e vi que passa, em muito, de 100%.... hahahaha

    ResponderExcluir
  6. É Dani, quando estava pesquisando sobre o post e achei essa pesquisa, também fiquei surpresa quando somei e passou dos 100%... Achei que tinha alguma coisa errada, mas na verdade é assim... Mulheres... rsrsrs

    ResponderExcluir


Somos Marcella Rosa e Marina Sena, parceiras no blog, na luta e na vontade de mudar - nem que seja um pouquinho - o mundo. O Maggníficas é um pouco de nós, porque aqui tem moda democrática, empoderamento feminino e amor próprio. Nosso foco é a sororidade e a vivência plena de todos os corpos, porque acreditamos que somos todas maggníficas e que todo mundo pode tudo!

maggnificas@gmail.com