Oscar ou Dieta?

escrito por Carol Caran


Tá lá na revista Veja da semana passada. A cantora e atriz Jennifer Hudson apareceu na coluna "Frases" com a seguinte: Tenho mais orgulho da minha dieta do que do meu Oscar.

Vamos ser boazinhas e interpretar que a moça se referiu ao fato de ter sido disciplinada e dedicada por um longo tempo, alcançando excelentes resultados. E afinal, todas nós sabemos o quanto é difícil ficar de regime.

Mas, considerando o histórico de Jennifer, acho um bocado desproposital a afirmação. Descoberta ao participar do reality show American Idol, Jennifer Hudson era uma linda representante do mundo plus (manequim 46/48) quando foi escalada pra participar do filme Dreamgirls ao lado de astros como Beyoncé, Jamie Foxx, Eddie Murphy, Danny Glover e Anika Noni Rose. Aclamada pela crítica, ganhou em 2007 um Golden Globbe e o Oscar de Melhor atriz coadjuvante.

Jennifer era assim:


Agora ficou assim:

Hoje, miss Hudson desfila uma enxuta silhueta 36 e continua linda. Mas, não sei não... Se eu fosse uma artista jovem e atingisse esse grau de reconhecimento tão rapidamente, iria explodir de emoção e orgulho de mim mesma. Gorda ou magra...

A despeito do tamanho do quadril da cantora, eu fico com a dolorosa interpretação de "I´m telling you I´m not going" que lhe rendeu, além dos prêmios, comparações com musas do jazz como Aretha Franklin e Billie Holliday.




4 comentários:

  1. Complicado administrar isso na cabeça.

    Nem todo mundo se sente linda usando um tamanho maior e ninguém deve ser condenada por querer emagrecer e principalmente por conseguir... mas...

    Concordo com a Caran quando diz que se fosse reconhecida assim tão rapidamente por tanto talento não se importaria de ser gorda ou magra...

    Valorizar mais a forma física do que os resultados conquistados, prêmios, reconhecimento soa meio desproporcional.. e olha que eu sou doida pra emagrecer, hein? Rs...

    ResponderExcluir
  2. Pois é, nossa intenção não é fazer uma ode ao sobrepeso. Mas acho estranhíssimo alguém com tantas conquistas importantes, achar que ser magra é a maior delas. Demonstra a inversão de valores que nós tanto combatemos.

    ResponderExcluir
  3. Dito e feito Carol... você chegou no ponto onde eu quis chegar com meu comentário.... é nesse mundo que vivemos... puta inversão de valores... eu, digamos, vivi isso na pele em menor escala... conto tudo na minha entrevista, prometo...kkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  4. Acho triste uma mulher tão linda quanto a Jennifer falar isso.
    Reflexo de uma sociedade que impõe que mulher bonita é mulher magra...Lamentável

    ResponderExcluir


Somos Marcella Rosa e Marina Sena, parceiras no blog, na luta e na vontade de mudar - nem que seja um pouquinho - o mundo. O Maggníficas é um pouco de nós, porque aqui tem moda democrática, empoderamento feminino e amor próprio. Nosso foco é a sororidade e a vivência plena de todos os corpos, porque acreditamos que somos todas maggníficas e que todo mundo pode tudo!

maggnificas@gmail.com