Conhece-te a ti mesmo - Parte 2: Valorizando os pontos fortes

escrito por Carol Caran


Identificar as qualidades e as partes mais atraentes do seu corpo é um grande passo no sentido da elegância e no tal do bom senso. Afinal, qualquer criança de 3 anos sabe que a gente gosta de olhar pro que é bonito. Mas às vezes, temos uma visão distorcida da nossa própria aparência. Quantas mulheres lindas vocês conhecem que se escondem atrás da dupla camisão+legging? E quantas outras saem por aí com tudo fora do lugar, marcando, chacoalhando, enfim, mostrando o que não devia?

1) O tipo pêra


As mulheres tipo pêra não tem os peitões que normalmente acompanham as gordinhas. Em regra, esse biotipo apresenta seios pequenos a médios. A vantagem disso, é que essas garotas podem usar e abusar de decotes elaborados e golas com babados, drapeados e afins. Além disso, essa turma também tem braços e pescoços mais finos, além de costas (em regra) sem dobrinhas. Ou seja, são, entre as plus-sizes, as mais indicadas pra usar e abusar do tomara que caia!

A cintura mais fina também permite que esses mulherões
abusem de roupas com modelagem mais ajustada. Ou seja, pra elas, estão liberadíssimos vestidos acinturados, blusas com elastano, modelos com pences, corsets e afins, enfim, tudo que marque a cinturinha.

O cuidado, nesse caso, deve ser tomado em relação ao bumbum e às pernas. Calças de modelagem reta, boot cut, trompete (a antiga boca de sino) e pantalonas ajudam a criar uma "base" nas pernas pro volume do quadril, dando a impressão de que curvas mais harmônicas. Ainda tem a vantagem de deixar o corpo mais longilíneo.


Calças justas ou skinny pedem o cuidado de blusas menos adesivas e com o cumprimento abaixo do osso do quadril ou maior. Isso pra evitar "cortar" o corpo em dois pedaços: o de cima magro e o de baixo extremamente volumoso. Além disso, pedem sapatos pesados, com meia pata e abotinados - das summer boots às botas montarias - pra não dar a impressão de que você é um temaki.

Finalmente, saias com o comprimento entre o joelho até dez centímetros acima são os mais indicados. Menores que isso, podem evidenciar os furinhos muito comuns nesses tipo de corpo.

Nas fotos: Dani por Edson Eddel e Spicyvitta na 3ª Edição do Fashion Weekend Plus Size.


Mais looks interessantes pras mulheres do tipo pêra:





As modelos Carol Incutto, Mi Conatti, Ana Maria Brum e Tati Gaião pras grifes Exuberance, Flight Level e Magnólia.







5 comentários:

  1. Escreeu pra mim né sua linda!!!!!!!!!!!!!!!! Amei o post! Com certeza ou prestar mais atenção!!

    ResponderExcluir
  2. A Carol escreeu pra gente Marcela!!!!

    Ah! Aproveito pra deixar uma dicazinha que eu gosto...
    Cintura marcada valoriza muito nosso corpo, mas eu gosto de marca-la alta! E é alta mesmo, não regular... é tipo o mais alto possível! hehehe
    Coo essa foto da Fulvia com o cintão vermelho. Marcar na altura certa dá mais destaque ao quadril! Isso é pra mim, vc já pensou nisso?

    Bjks

    ResponderExcluir
  3. eu não sei se sou pera ou ampulheta, me ensina.:)

    ResponderExcluir
  4. Eu diria que você é pêra, amor. Mas na dúvida, meça o busto, a cintura e o quadril. Na pêra, o quadril é muito maior que o busto e a cintura. Na ampulheta, o busto e o quadril tem quase o mesmo tamanho.

    ResponderExcluir
  5. Carol, eu sou pêra ou ampulheta?
    Livinha Neves

    ResponderExcluir


Somos Marcella Rosa e Marina Sena, parceiras no blog, na luta e na vontade de mudar - nem que seja um pouquinho - o mundo. O Maggníficas é um pouco de nós, porque aqui tem moda democrática, empoderamento feminino e amor próprio. Nosso foco é a sororidade e a vivência plena de todos os corpos, porque acreditamos que somos todas maggníficas e que todo mundo pode tudo!

maggnificas@gmail.com